Figueirão

História

Histórico Do Município De Figueirão

A partir de 1901 começou a ocupação territorial da área onde está localizado o Município de figueirão, antes habitada pelos Caiapós. As famílias pioneiras que por aqui se afazendaram são procedentes de Goiás e de Minas Gerais: Foram os Custódio, Rodovalho, Fernandes, Malaquias, Furtado, Amorim, Bercó, Geraldino, Felisbino;Santana e Albino.

Em agosto de 1935 chegou o casal Moysés Araújo Galvão e Leontina Geraldino Galvão, jovens recém casados em Coxim. Ele, Goiano de Porto Nacional, ela, sul-mato-grossense da Corrutela do Jaurú. Moysés veio lecionar, contratado pela família Albino. Em 1949 procurando solucionar algumas dificuldades principalmente referentes à Educação, Moysés e Leontina iniciaram a fundação de Figueirão com a construção de um colégio Estadual que recebeu o nome de “Escola Rural Mixta de Figueirão”, inaugurado em 1950 pelo Prefeito Municipal de Camapuã Ernesto Solon Borges. O primeiro morador foi Antônio de Sousa, o pedreiro que construiu o colégio e que no final de 1950, após o término da obra vendeu sua casa a Antônio Nunes Ferreira (Boa Vida) que instalou nela a primeira casa comercial de Figueirão.

Aos 15 de setembro de 1952, o professor Demétrio Jorgetti Dicchoff iniciou o ano letivo com 38 alunos freqüentes. Com as atividades escolares Figueirão passou a ganhar aspectos de vila. As primeiras famílias ergueram seus ranchos, alguns estabelecimentos comerciais, destacamento de Polícia Militar e a Igreja
de Nossa Senhora da Abadia, Santa que protegeu os primeiros habitantes figueirãoenses das ações revolucionárias da Coluna Prestes quando por aqui passou no dia 13 de junho de 1925 e voltou em 21 de outubro de 1926 bivacando à margem esquerda do Córrego Figueirão, no Vau do Sebastião Carlos.

Quanto a origem do nome ”Figueirão”, foi devido a uma figueira situada no “Vau da Jesuína” ou “Vau da Figueira” à margem direita do Córrego Figueirão, extinta pelo assoreamento mortal.

Em 20 de dezembro de 1963 conforme a Lei Estadual de nº 2087, o Governador do Estado de Mato Grosso, Dr. Fernando Corrêa da Costa, criou o Distrito de Paz de Figueirão.

Em 1971 o Prefeito Municipal de Camapuã Joaquim Faustino Rosa construiu o prédio onde por muitos anos funcionou a Escola Estadual Dr. “Arnaldo Estevão de Figueiredo”, transferida em 1997 para outro local situado à Rua Custódio. Em  1972 sob a direção do professor Nilton França foi autorizado o curso ginasial
e 1984 na gestão escolar do professor João Milton Laurindo, o curso de Magistério. Em 1980 o Prefeito Joaquim Rosa realizou mais duas importantes obras: o Posto de Saúde Municipal e a energia elétrica, aposentando para sempre as complicadas lamparinas à querosene.

Em 1984 o Prefeito Municipal de Camapuã Eraldo Holosback de Azambuja criou a Escola Municipal Altamira – Polo sala “Pequeno Polegar” para atender a educação infantil  Em 1984 foi instalada em Figueirão uma Agência do Banco Itaú que permaneceu até 1987, em 1989 uma agência do Bamerindus, num curto período de menos de dois anos. O motivo principal do fechamento destas agências em nossa cidade foi devido a exigência do Banco Central na modernização tecnológica, investimento sem retorno em localidades de pequena economia. Em 1984 o Governador em exercício do Estado de Mato Grosso do Sul, Ramez Tebet inaugurou o Posto de Saúde Estadual, em 15 de setembro de 1985 os médicos Dr. Naldo Luza Nascentes Guimarães e Dra. Zita Bezerra Guimarães inauguraram o Hospital e Maternidade Santa Luzia, médicos já residentes aqui desde 18 de julho de 1979. Aos 15 de março de 1985 tivemos acesso a TV Globo e aos 25 de março de 1988 a um posto telefônico, realizações do Prefeito Municipal de Camapuã Eraldo Holosback de Azambuja e em junho de 1987 por meio de poços artesianos a Sanesul garantiu o abastecimento de água encanada. Em 29 de setembro de 2003 o Governador do Estado de Mato Grosso do Sul José Orcirio Miranda dos Santos através da Lei Estadual de nº 2680 criou o Município de Figueirão desmembrando do Município de Camapuã, graças a um trabalho árduo e inteligente dos  Vereadores Ildo Furtado de Oliveira e Gilson Pereira de Faria e o autor do projeto, o Deputado Estadual Akira Otsubo. O Plebiscito acontece dia 14 de setembro de 2003 e a primeira eleição Municipal ocorreu em 03 de outubro de 2004 tendo sido eleito os primeiro Prefeito Municipal de Figueirão Ildo Furtado de Oliveira e o Vice – prefeito Benício Custódio Furtado.

Figueirão está localizada ao norte do Estado de Mato grosso do Sul, na Micro região alto Taquari, a 260 Km de Campo Grande. Possui uma área territorial de 4914,78km² , 5.000 habitantes, 1.726 eleitores e 639 alunos de rede Estadual  e Municipal. O Município está no divisor das que formam a bacia hidrográfica do Paraguai e do Paraná.

O potencial turístico é fabuloso. Contamos com:

O Sítio Arqueológico do Quati a 45km;
O Sítio Arqueológico da Boa Vista a 25km;
A Casa de Pedra a 22 km;
As Quedas d’água do Roncador a 11 km;
O Vau do Sebastião Carlos a 25 km;
O rico artesanato;
O Balneário do Rio Verde a 30km;
As supostas pegadas de animais pré-históricos a 4 km;
A Figueira centenária a 10km;
O trecho da estrada dos Jesuítas a 22km;
A Pedra Bonita a 05 km;
O Prédio da “Escola Rural Mixta de Figueirão”.

O Morro das torres na “Rota do Sal” ou “Estrada Saleira” a 31 km.
Viver em Figueirão é estar em contato direto com a natureza, sentir o cheiro do mato, ouvir o canto dos pássaros e apreciar o resgate da história e o desabrochar do turismo no Município mais novo do Estado de Mato Grosso do Sul sediado por uma cidade tão acolhedora e mística.

Autor: Professor e Historiador Admar de Araújo.

Dados Gerais

Datas Comemorativas

Dados Políticos

Prefeito
JUVENAL CONSOLARO – PSDB

Vice-Prefeito
JORGE ROBERTO MORTARI – UNIÃO BRASIL

Prefeitura

Endereço: Av. Moisés de Araujo  Galvão, 581
CEP: 79428000
Telefone: 3274-1127

Horário de atendimento: 07:00 às 11:00

Emancipação: 29/09/2003

Transparência

Institucional

Jurídico

Municípios

Diário Oficial

CONHEÇA NOSSO

MATO GROSSO DO SUL

Escolha ao lado uma cidade e tenha informações como:

  • Dados Gerais
  • Demografia
  • Eleições
  • Educação
  • IDH
  • Perfil Sócio Econômico
CORUMBÁ CO AQUIDAUANA AQ MIRANDA MI ANASTÁCIO AN COXIM CX RIO VERDE DE MATO GROSSO RI ALCINÓPOLIS AL COSTA RICA CR FIGUEIRÃO FI SÃO GABRIEL DO OESTE SG BANDEIRANTES BA CAMAPUÃ CA PARAISO DAS ÁGUAS PA CHAPADÃO DO SUL CH CASSILÂNDIA CL PARANAÍBA PB SELVÍRIA SE TRÊS LAGOAS TL ÁGUA CLARA AG BRASILÂNDIA BR SANTA RITA DO PARDO SR BATAGUASSU BT ANAURILÂNDIA AR RIBAS DO RIO PARDO RP ROCHEDO RO JARAGUARI JG CAMPO GRANDE CG SIDROLÂNDIA SI NOVA ALVORADA DO SUL NA TAQUARUSSU TA NOVA HORIZONTE DO SUL NH JATEÍ JT RIO BRILHANTE RB MARACAJU MA ITAPORÃ IT DOURADINA DR DOURADOS DO CAARAPÓ CP JUTI JU NAVIRAÍ NV ITAQUIRAI IQ ELDORADO EL BODOQUENA BD BONITO BO NIOAQUE NI JARDIM JD PORTO MURTINHO PO BELA VISTA BV CARACOL CC PONTA PORÃ PP ANTONIO JOÃO AJ LAGUNA CARAPÃ LC ARAL MOREIRA AM AMAMBAI AB JAPORÃ JP DOIS IRMÃOS DO BURITI DB TERENOS TE CORONEL SAPUCAIA CS PARANHOS PR TACURU TA SETE QUEDAS SQ IGUATEMI IG MUNDO NOVO MN INOCÊNCIA IN NOVA ANDRADINA NO BATAYPORÃ BP RIO NEGRO RN CORGUINHO CN GUIA LOPES DA LAGUNA GL ANGÉLICA AN IVINHEMA IV FATIMA DO SUL FS VICENTINA VC GLÓRIA DE DOURADOS GD DEODÁPOLIS DE APARECIDA DO TABOADO AT PEDRO GOMES PG SONORA SO LADÁRIO LA

Contato

6 + 7 =

× Como posso te ajudar?