Skip directly to content

CNM divulga programação ininterrupta atualizada da XXII Marcha a Brasília

Data: 
20/03/2019 - 14:00
Marcha ocorrerá de 8 a 11 de abril

 

A 20 dias de um dos maiores eventos do setor público do país – o mais relevante para a gestão municipal –, a Confederação Nacional de Municípios (CNM) destaca as novidades desta edição e a programação preliminar, divulgada no site.

Entre os dias 8 e 11 de abril, a XXII Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios irá proporcionar aos participantes – entre prefeitos (as), vereadores (as) e secretários (as) – debates técnicos e políticos para aprimorar a administração local e, consequentemente, beneficiar a população dos 5.568 Municípios do país.

Além das arenas temáticas na programação paralela, em que os gestores podem compartilhar os desafios e as boas práticas de temas cotidianos, como assistência social e educação, o palco principal receberá representantes das diferentes esferas de poder.

Com o decorrer dos anos, a Marcha entrou para o calendário político nacional, com anúncios importantes do governo, compromissos firmados por deputados e senadores pela pauta prioritária e lançamentos de projetos em parceria com outros órgãos e organizações.

Quem não estiver no Centro Internacional de Convenções do Brasil (CICB) poderá acompanhar a programação do palco principal pela internet.

Entre as novidades deste ano, está a agenda ininterrupta de atividades. Com o lema, “A Marcha não para”, os painéis começarão às 8h e devem terminar por volta das 18h na terça e na quarta-feira. A transmissão será pelo canal do Youtube e pela página do Facebook da CNM.

Programe-se

Até a tarde de terça-feira, 19 de março, 3.943 pessoas estavam com as inscrições homologadas. Como a disputa por um lugar no auditório do palco principal é acirrada, é bom se programar.

Na sessão solene de abertura, o primeiro escalão do governo deverá estar presente, ao lado do presidente da CNM, Glademir Aroldi, de outras lideranças municipalistas, e de representantes do Supremo Tribunal Federal (STF), do Tribunal de Contas da União (TCU), do Senado e da Câmara dos Deputados.

Ministros, governadores e parlamentares compõem ainda painéis específicos para tratar das demandas da gestão municipal.

Movimento Mulheres Municipalistas (MMM); a XIII Cúpula Hemisférica de Prefeitos e Governos Locais; Justiça, Transparência e Probidade; Consórcios Públicos e Vereadores também pautam plenárias principais. A programação está sendo atualizada no site.

A Confederação alerta que o credenciamento deve ser feito preferencialmente na segunda, 8, a partir de 14h. Os gestores devem se antecipar para evitar filas na solenidade de abertura do evento.

Fonte: Agência CNM