Skip directly to content

Caravina diz que 68% dos prefeitos de MS devem participar da XXII Marcha a Brasília

Data: 
18/03/2019 - 08:15
O presidente da Assomasul, Pedro Caravina

Entre os três estados do Centro-Oeste – segunda maior região do país em extensão territorial e a menos populosa –, Mato Grosso do Sul  é o que tem o menor número de municípios. São apenas 79 prefeitos, mas, como a representatividade em nível nacional se faz não só pela quantidade, mas pela proporção, o Estado se destaca com 68% de inscrições entre os chefes do Executivo municipal para a XXII Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios.

Os municipalistas virão das cidades mais próximas da capital, como Chapadão do Sul, a 760 km, às mais distantes, como Japorã, a 1.460 km, na divisa com o Paraguai e o Paraná. O evento ocorre de 8 a 11 de abril no Centro Internacional de Convenções do Brasil (CICB), em Brasília, e, até esta sexta-feira, 15 de março, já contava com 3.538 confirmados.

Pelos números das últimas edições e o contexto político atual, a expectativa é que, durante os quatro dias de encontro, passem mais de 7 mil pessoas pelo local.

Na lista dos Entes estaduais com a maior porcentagem de prefeitos inscritos, MS está em segundo lugar, atrás do Amapá, que conta com apenas 16 prefeituras e tem 100% de participação garantida. Dos 79 eleitos que comandam prefeituras sul-mato-grossenses, pelo menos 54 estarão no maior evento em número de autoridades políticas da América Latina.

Convite

Durante a primeira reunião do Conselho Político da Confederação Nacional de Municípios (CNM), do qual faz parte, o presidente da Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul (Assomasul), Pedro Caravina, convocou os gestores para irem à Marcha. Vale destacar que apenas oito cidades do MS têm mais de 50 mil habitantes.

O evento torna-se o momento de os pequenos se unirem, ganharem força e lutarem pelas demandas ao lado dos grandes, que, geralmente, têm mais poder de articulação com governo e legislativo estadual e federal. Por isso, Caravina, a exemplo de outras lideranças municipalistas, dedica parte da agenda pré-Marcha para sensibilizar os gestores. No site da entidade estadual, é possível acompanhar os encontros e a pauta regional e nacional. As informações são da Agência CNM.

Confira a mensagem do presidente da Assomasul

https://youtu.be/eIU1c-CmtVY